Como apoiar os colaboradores quando nascem os filhos

Dentre os momentos vivenciados pelas pessoas ao longo da vida, ter filhos é um dos mais importantes, e claro que, para isso, a segurança financeira torna-se fator de grande relevância. A licença-paternidade é um benefício direcionado aos colaboradores que se tornaram pais. Durante cinco dias ininterruptos, o mesmo pode desfrutá-los em casa, sem nenhum desconto em seu salário e/ou benefícios. É um direito garantido pela Constituição, que pode ser ampliado, a partir do que for definido pelas Convenções Coletivas de Trabalho. Já a licença-maternidade, também é um direito adquirido às colaboradoras que se tornaram mães. Ela propõe que a gestante pode afastar-se em até 120 dias a partir do nascimento de seu/sua filho(a), sem sofrer nenhum desconto em seus rendimentos quanto a isso.


Dentro das mudanças aprovadas, que inclui ambas as licenças descritas anteriormente, inclui-se o Programa Empresa Cidadã, que aumenta o tempo das mesmas concedidas aos colaboradores. Para os pais, pode-se estender em até 20 dias a licença-paternidade. Para as mães, a ampliação da licença pode ocorrer para 180 dias. Claro que, para isso acontecer, é necessário que as empreses participem deste programa.


Mas como algo que, aparentemente é simples, pode se tornar relevante? Primeiramente, pela própria valorização dos colaboradores em um momento importante de suas vidas. O processo de maternidade/paternidade convoca-os a dedicarem-se a este momento pessoal, além da empresa, mas que também inclui as questões profissionais.


Em segundo momento, gera menos custos em dois sentidos: primeiro que, ao assumir os benefícios (paternidade/maternidade), a empresa economiza financeiramente (o INSS realiza o reembolso posterior para a empresa); Em segundo plano, o colaborador se sente não só amparado como valorizado, pois a segurança financeira que precisará neste momento será garantida. O colaborador se sente engajado a contribuir cada vez mais com a empresa, visto que se mesmo sentir – pensando exclusivamente no clima organizacional – que um momento de sua vida não é pretexto para desligamento, se dedicará cada vez mais posteriormente, além do prestígio dos colegas de trabalho em relação a este momento.

20 visualizações0 comentário