Gestão de RH: 10 indicadores fundamentais e mais utilizados

Trabalhar na área de RH sempre é um desafio, quando se trata em lidar com pessoas. As questões subjetivas, dentro dos processos, acabam por se evidenciar, no sentido da própria natureza do trabalho. Porém, quando se trata de estabelecer questões quantitativas, é preciso determinar fatores que servirão para análise, dentro daquilo que uma empresa espera que aconteça e como é na realidade. Os indicadores de RH servem para estabelecer uma métrica, entre os resultados e os processos em andamento desse setor na empresa.


Mas para estabelece-los, quais são os processos que precisamos elevar em consideração? Recrutamento e Seleção, Treinamento, Desenvolvimento, Plano de Cargos e Salários, Avaliação de Desempenho, Clima e Cultura Organizacionais, entre outros. Se a empresa domina esses processos, do início ao fim, bem como os têm de forma clara, não será difícil estabelecer métricas de trabalho a partir disso. Dentre os vários indicadores existentes, podemos citar alguns mais relevantes para se trabalhar:



  1. Indice de rotatividade ou Turnouver

  2. Absenteísmo

  3. Avaliação de aprendizagem

  4. Tempo médio da empresa

  5. Retenção de talentos

  6. Custos de rotatividade

  7. Produtividade

  8. Reclamações trabalhistas

  9. Custo per capta de benefícios

  10. Roi em treinamentos


Esses são alguns dos índices mais falados e utilizados atualmente, muitos deles estão em processo de trasnformação e aprimoramento pois as tendências para o setor de RH indicam a transformação do setor em um campo estratégico dentro das empresas. Juntamento com tecnologias que automatizam e facilitam os processos, está área irá cada vez mais trabalhar se embasando em dados e estatisticas, uma mudança muito boa para o setor que sempre teve tendência a ocupar-se apenas de tarefas burocráticas.


28 visualizações0 comentário