Comunicação interna no nível operacional: Comunicar com quem não trabalham em frente ao computador

A comunicação interna ganhou destaque nos últimos anos, pela necessidade de se ressignificar e adaptar aos novos modelos de trabalho que chegaram de forma brusca e sem deixar opções devido à crise sanitária que enfrentamos. Nesse momento, estamos aos poucos descobrindo e aprendendo as melhores formas de engajar colaboradores que já não compartilham o mesmo espaço físico e garantir que as informações não sócheguem até essas pessoas, mas que sejam compreendidas da maneira correta.


Muitos profissionais de comunicação estão falando incansavelmente sobre novas ferramentas de apoio tecnológico, sistemas de gestão e como fazer uso de canais virtuais para desenvolver ações que acompanham a evolução das formas de comunicar e o estouro das redes sociais nos últimos anos. São, aplicativos de celular, vídeo conferências, campanhas de e-mail, intranet, rede sociais corporativa dentre outras... tudo para manter viva a cultura organizacional mesmo à distância.


Em empresas de pequeno porte talvez essas estratégias sejam suficientes, afinal não há um número tão grande de funcionários, principalmente em nível operacional. Mas e as médias e grandes empresas, com 100, 200, 500 ou mais funcionários, que tenham uma linha de produção onde se localiza o seu coração, como a comunicação interna chega nesses lugares, onde agora mais do que nunca é preciso que produtividade esteja sob controle e os trabalhadores engajados e alinhados com o propósito da empresa?


“Trabalhadores de chão de fábrica”, como frequentemente são chamados aqueles funcionários que trabalham no nível operacional e linhas de produção de industrias, não trabalham em frente ao computador e por isso não tem acesso a internet o que já exclui praticamente todas as formas de comunicação que citei anteriormente, isso faz com que seja um desafio implementar ações de comunicação interna com esses colaboradores.

Mas ser um desafio não significa que é impossível e nem que seja justificável sua empresa deixar de lado esse lugar que é um dos mais importantes dentro da organização. A comunicação interna, é a maneira que uma organização e seus funcionários interagem entre si para realizar o trabalho. O fato do nível operacional ser o último setor a ser informado sobre as questões da empresa, pode resultar em colaboradores sem senso de pertencimento, desengajados, desmotivados e afetar diretamente a produtividade e os resultados da empresa.

Por isso, para encarar esse desafio vou trazer 3 tipos de ações de comunicação interna que você pode realizar o nível operacional da sua empresa, e que tipo de conteúdo colocar em cada uma delas:


1. Jornal Institucional

Com certeza há quem diga por aí que o jornal institucional é uma ferramenta ultrapassada e pode até haver profissionais que optem por não o usar mais. Apesar de ser uma das ferramentas de comunicação interna mais antigas utilizadas nas industrias, ele pode ser uma ótima estratégia para informar os funcionários com mais detalhes sobre as questões e atualizações da organização.


O jornal institucional tem o mesmo formato de um jornal comum, mas pode ter menos páginas a depender da sua periodicidade. Nele devem conter informação mais atemporais que sejam relevantes independente do momento em que forem lidas, como por exemplo: histórias de funcionários na empresa, informações do mundo corporativo...

É importante que ao aplicar essa estratégia você tenha uma mentalidade inovadora, sempre lembrando que não pode estar fazendo apenas por fazer, portanto, pense nos custos da produção e impressão, questões de sustentabilidade e o que você pode fazer para tornar o conteúdo do jornal mais representativo e interessante aos colaboradores, para isso é preciso conhecê-los bem.


2. Mural impresso

Está aí uma estratégia que você pode até pensar que acabou, mas na verdade ela se atualizou, o que antes ia para o mural impresso, hoje é passado aos funcionários de maneira digital, através de disparo de e-mails, banners flutuantes que aparecem assim que você abre o sistema no computador da empresa, ou que ficam disponíveis em outros locais digitais.


O mural impresso é basicamente uma ferramenta voltada para comunicados, avisos ou convites, mas você pode inovar criando novas formas de torna-lo interessante, como por exemplo tornando-o temático, ou inserindo ações onde os funcionários possam interagir, reorganizar ou colaborar com a construção do mural.


3. TV corporativa

Esta com certeza é a ferramenta mais completa e quando bem estruturada e implementada, pode se tornar um forte aliada da gestão na comunicação interna, trazendo os melhores resultados.


O legal da TV corporativa é que é muito mais fácil conquistar a atenção das pessoas através dela, então você pode colocar conteúdos mais dinâmicos, passar informações de forma mais resumida e segmentar uma programação diferente para cada setor da organização, então ela não serve somente para o nível operacional.


Duas coisas importantes que você pode estar se perguntando, primeira: Como funciona isso, vou ter que comprar uma emissora de TV? Claro que não, para implementar uma Tv corporativa você precisa adquirir um software que permite, através de um navegador web, criar, gerenciar e exibir o seu conteúdo digital através de uma rede de telas.


A segunda é, como decidir quais conteúdos vou colocar na TV? Bom, primeiro de tudo sempre é pensar o que o seu colaborador gostaria de ver ali e as vezes é importante pensar também quais temas a organização está precisando trabalhar de forma mais intensificada em cada setor (por isso é relevante a ideia de segmentar a programação por setor)


Você pode dar uma olhada nos exemplos que vou deixar a seguir e selecionar quais você acha que estão mais emergentes ou seriam mais relevantes aos seus funcionários.


  • Segurança do trabalho

  • Gestão: métricas, resultados desejados, programas de metas...

  • Instruções que devem ser seguidas ao longo do dia, semana ou mês.

  • Saúde e Bem-estar

  • Lembretes: como protocolos sanitários

  • Reconhecimento de funcionários pelo seu mérito

  • Informações gerais sobre os rumos da corporação


Depois de todas essas informações lembre-se que cada empresa precisa pensar qual a melhor estratégia utilizar de acordo com sua cultura organizacional. Evite a sobrecarga de informações, já que elas podem ser ignoradas pelos funcionários, e tenha em mente que nem sempre esses tipos de estratégias são suficientes, há casos em que esse tipo de comunicação unilateral não é suficiente, não exclua a possibilidade de criar rotinas de integração mais frequentes.

14 visualizações0 comentário